img - Akita - uma discussão sobre a Altura

Akita - uma discussão sobre a Altura


Quando Saiko conseguiu a raça em Jundiaí, fiz observação de que sua altura (em torno de 65 cm) para mim é a ideal, por estar perto do mínimo assim descrito no padrão: altura na cernelha: machos - 67 cm, fêmeas - 61 cm, com uma tolerância, para mais ou para menos, de 3 cm. 

José Roberto, do Alcamar Samurai Place, companheiro de jornada, observou-me que o "`perto do mínimo em altura` é uma coisa que precisa ser melhor discutida. O Saiko não é pequeno (repara na altura e na ossatura do pai - Jiro - os criadores sabem que ele passa estrutura forte, tamanho e pelagem). Partindo-se do princípio que está dentro do padrão acima (pode até medi-lo), este é um angulo interessante para ser analisado.  Você sabe, já discutiu com criador japonês, que os Akitas que tem melhor equilíbrio e melhor enquadratura são aqueles próximos a 65 cm., apresentando inclusive melhor movimentação. 

No Japão gostariam de ter Akitas de 67 cm com a qualidade e equilíbrio que os Akitas menores tem. Inclusive estão trabalhando para manter este objetivo. Com os Akitas maiores fica difícil manter os 10/11 que comentam e você sabe que 10/11 significa o Akita ligeiramente retangular, e não quadrado, e os Akitas maiores são um pouco mais retangulares, devido a isto no Japão estão trabalhando no sentido de cães maiores e 10/11. 

Acima de 67 cm fica mais difícil se manter 10/11, mas não é impossível. Existem juizes que preferem Akitas maiores mas deixam de observar questões estruturais. O problema é que são formadores de opinião e alguns criadores preferem não contestar ou até mesmo não pensam no caso. Temos que olhar pelo lado técnico e não por preferências. Não estou discutindo o tamanho do Saiko, mas sim os Akitas maiores, muito retangulares e compridos, que estão ganhando em pista e os juizes não estão observando este `PEQUENO GRANDE DETALHE´ QUE É A QUALIDADE, tão importante quanto o rabo enrolado. É meu ponto de vista (José Roberto)"

As observações feitas pelo José Roberto quanto ao comentário do Juiz Japonês são verdadeiras pois, quando foi indagado a respeito, afirmou que "No Japão, os akitas com melhor estrutura são os mais baixos, perto do mínimo, o que favorece também a tipicidade. Alguns criadores, todavia, estão procurando chegar perto do máximo." (claro que já faz algum tempo, o que pode trair minha memória - mas o espírito foi esse)

Logo a seguir, em expressiva entrevista publicada no site AKITASNET.COM.BR, Kenia Ballver Beher, do Yamada, deixou anotado que "Quanto ao tamanho, e muitas vezes, em conseqüência, o peso, dos Akitas, a altura mínima e máxima dos machos e das fêmeas, está proposta claramente no Padrão da Raça oficial (F.C.I.). Mesmo que recebamos recados ou tenhamos notícias que os japoneses pensam isso ou aquilo (e essa será uma verdade ou será a verdade de alguns criadores japoneses?), se o Padrão não foi alterado, temos que dar um jeito de aumentar o tamanho de nossos cães (afirmo isso porque me parece que o problema dos Akitas brasileiros é serem mais baixos do que altos). E isso se faz através de acasalamentos adequados, sempre lembrando que o que tende a contar mais (embora não seja uma regra) é a altura dos avós, e não tanto dos pais dos filhotes."

Face tais colocações (de dois criadores que muito respeito), veio-me à memória uma nota inserida no primeiro boletim do Núcleo dos criadores de akitas do Rio Grande do Sul, com tradução de matéria de Shigéko Capron, publicada no Bulletin de Club Français de Chiens Nordiques, n.º 96 e 99, de junho/ 98 e abril/99, que merece transcrição:

 "Altura .... o proprietário de um akita macho branco, que vive na Europa, escreveu ao Presidente da Comissão dos Juizes, M. Wada, porque seu cão não foi reconhecido como reprodutor por ter uma altura inferior ao Standard. A Comissão deve estudar muito seriamente o problema da altura porque o akita se tornou uma raça internacional.

Diferentes pontos foram levantados ao longo da reunião:

  • atualmente, poucos machos ultrapassam 64 cms.
  • Hoje, o akita é uma raça de tamanho "mediano"
  • É um grande problema causado pelos idealistas do passado que consideraram o akita como uma raça grande e fixaram o standard em 67 cm., sem levar em conta a realidade
  • Sendo um problema internacional, é necessário resolvê-lo seriamente
  • O Standard de Akiho do Akita foi estabelecido a partir do standard "Nippo" para o cão de tamanho médio
  • A mudança do standard é uma questão fundamental que precisa ser estudada, compreendida e abordada com prudência
  • Serão necessários dados que correspondam à realidade, pelo que foi sugerido que a altura seja medida

Conclusão: Akiho vai discutir esse problema na reunião da Comissão, em janeiro de 1999. No que diz respeito à medida da altura, será estudado como e quando será realizada. Se a medida for necessária, Akiho fará fabricar e distribuir a medida para avaliar a altura do Akita."

Não é a fala de um juiz, nem a impressão pessoal de algum criador - são fatos discutidos e conclusão da comissão da Akiho demonstrando que a altura do padrão foge à realidade observada razão pela qual é necessário realizar uma apuração rigorosa e prudente para se descobrir a verdade, baseada em dados que correspondam à realidade e não meras conjecturas.

Tendo por norte tais colocações, não nos percamos em afirmações bombásticas, com tons de verdade absoluta e inquestionável, como aquela de que temos de aumentar a altura dos akitas.  Há de ser vista com muito cuidado a observação de que "temos que dar um jeito de aumentar o tamanho de nossos cães (... porque me parece que o problema dos Akitas brasileiro é serem mais baixos do que altos)".  

Também há de ser vista com cautela extrema a afirmativa de que o ideal é ter akitas perto do mínimo permitido.   Vamos com calma que o andor é de barro.  Não sou dono da verdade e não é pelo fato de que, no meu sentir, é vantagem um macho estar entre 64 e 67 cm. que isto deve ser perseguido por todos.  Reporto-me ao que a citada criadora falou, por sua sabedoria:  " Penso que a tendência de cada um de nós é adotar como ideal as características do (s) Akita(s) que temos em casa e a quem nos apegamos.  Cuidado!   Isso vale desde que nossa preferência esteja em conformidade com o Padrão da Raça e com a função da raça que criamos ..."

Pelo que pude ver por essas pistas brasileiras, parece-me que os akitas mais perto do mínimo admitido possuem maior tipicidade, uma estrutura mais harmônica e perfeita quadratura, sem atrapalhar a movimentação, o que não é uma regra ou uma afirmação de certeza mas apenas uma visão casual - o que não afasta o fato de conhecer akitas de maior altura, no limite máximo, inclusive, que possuem uma tipicidade excelente aliada a uma estrutura forte e adequada, com movimentação de dar inveja.

Acredito que a altura média dos machos constante do padrão precisa ser objeto de um estudo apurado. Todavia, mesmo preferindo os akitas machos com a altura entre a mínima e a média, não desprezo que o ideal é o equilíbrio entre as proporções e a tipicidade do exemplar, aliados a um temperamento adequado - mas não se perca de vista que o padrão determina a altura, apenas admitindo que possa ter três centímetros para mais ou para menos.

Quanto às fêmeas, com honrosas exceções, tenho observado que estão com a altura bem próxima da média admitida (61 cms.), o que me leva a pensar não ser preciso maiores preocupações com elas e nem um estudo aprofundado visando alterar o standard.

De qualquer forma, gostaria de saber o resultado da sugestão da Comissão da Akiho bem como fazer um levantamento da altura dos akitas em pistas brasileiras para ter dados confiáveis.

É isso. Aquele abraço

Marcos Sollero, Akiteiro, com muito orgulho.